Padroeiro Coração de JesusA História da Devoção ao Sagrado Coração de Jesus

A devoção praticada pela Igreja Católica é comemorada todas as primeiras sextas-feiras de cada mês e consiste na veneração do Coração de Jesus.

Em todas as comunidades se fazem neste dia, solenes atos coletivos de reparação para estimular os cristãos e retribuir com tremenda gratidão as tantas e grandes provas de amor do Divino Coração de Jesus, por isso, dedica-se não só as primeiras sextas-feiras como também todo o mês de junho no qual comemoramos o padroeiro de nossa paróquia.

A origem desta devoção deve-se à Santa Margarida Maria Alacoque que, após a intercessão da Virgem Maria, foi curada de uma estranha doença e pôde ser formada na cultura e religião. Depois de ser humilhada e colocada à prova por diversas vezes, começou a ter revelações divinas diante do Coração Eucarístico de Jesus. As muitas mensagens insistiram num maior amor à Santíssima Eucaristia, à Comunhão reparadora nas primeiras sextas-feiras do mês e à Hora Santa em reparação da humanidade.

Incompreendida por vários, Margarida teve o apoio de um sacerdote, recebeu o reconhecimento do povo que podia agora deixar o medo e mergulhar no amor de Deus. Teve extraordinárias revelações por parte de Jesus Cristo, que a incumbiu pessoalmente de divulgar e propagar no mundo a piedosa devoção. Foram três as aparições de Jesus: A primeira, deu-se a 27 de dezembro de 1673, a segunda em 1674 e, a terceira, em 1675. Leão XIII consagrou o mundo ao Sagrado Coração de Jesus e o Papa Pio XIII recomendou esta devoção que nos leva ao encontro do Coração Eucarístico de Jesus. Santa Margarida Maria Alacoque morreu em 1690 e foi canonizada pelo Papa Bento XV em 1920.

O beato João Paulo II sempre cultivou essa devoção e sempre a incentivou a todos que desejam crescer na amizade com Jesus. Em 1980, no dia do Sagrado Coração, ele afirmou: “Na solenidade do Sagrado Coração de Jesus, a liturgia da Igreja concentra-se, com adoração e amor especial, em torno do mistério do Coração de Cristo. Quero, hoje, dirigir, juntamente convosco, o olhar dos nossos corações para o mistério desse coração. Ele falou-me desde a minha juventude. A cada ano, volto a esse mistério no ritmo litúrgico do tempo da Igreja”.

 

Conheça agora as 12 promessas do Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida Maria Alacoque:

1ª Promessa: Darei às almas dedicadas a meu Coração todas as graças necessárias a seu estado.

2ª Promessa: Farei reinar a Paz em suas famílias.

3ª Promessa: Eu os consolarei em suas penas.

4ª Promessa: Serei o seu refúgio seguro durante a vida e, sobretudo, na hora da morte.

5ª Promessa: Derramarei copiosas bênçãos.

6ª Promessa: Os pecadores acharão em meu Coração a fonte e o oceano infinito da misericórdia.

7ª Promessa: As almas tíbias se tornarão fervorosas.

8ª Promessa: As almas fervorosas elevar-se-ão rapidamente a uma grande perfeição.

9ª Promessa: Abençoarei a casa em que se achar exposta e for venerada a imagem de meu Coração.

10ª Promessa: Darei aos sacerdotes o dom de tocar os corações mais endurecidos.

11ª Promessa: As pessoas que propagarem esta devoção terão seus nomes escritos indelevelmente no meu Coração.

12ª Promessa: O amor todo poderoso do meu Coração concederá a graça da perseverança final a todos os que comungarem na 1ª sexta-feira do mês, por nove meses seguidos.